domingo, 15 de abril de 2012

O coração e as palavras


Quando o meu coração anda aos pulos, as palavras fazem o mesmo. Quando o meu coração está desarrumado, as palavras também se perdem nas entrelinhas. Quando o meu coração aperta, as palavras também se encolhem num cantinho bem escondido da minha vida. Quando o meu coração quer fugir, as palavras fazem-no mesmo, fogem, correm, atropelam-se e magoam-se. E aí o meu coração magoa-se com elas. E é assim. As palavras e o coração, o coração e as palavras, como se fossem um. Estão na vida um para o outro como está a faca para o queijo, como está o açúcar para o café, como está uma mãe para um filho ou como está a lua para a noite. É por isso que fujo daqui. Fujo deste coração sem açúcar porque o meu anda aos pulos, está desarrumado, apertado, com vontade de fujir, e às vezes, com vontade de deixar de bater... e as palavras, oh essas acompanham-no, sempre de mãos dadas e de almas coladas. A culpada sou eu, sei-o de cor. Fui eu que os eduquei assim, como amantes eternos, e agora padeço desta dependência colossal que os une numa linha invisível, que os une um ao outro e os leva daqui até ao infinito. É tudo muito bonito quando o coração serena e deixa que as palavras lhe cantem ao ouvido. Mas quando ele não está bem, quando a vida lhe parece um frete e quando se cansa de bater, aí até faz faísca. Aí até as palavras se encolhem e arrepiam só de se aproximarem. E a mim... a mim dói-me. Dói-me expor-me numa folha branca. Porque na verdade, é assim que me sinto, uma folha branca. E preenchê-la, deixar que a escrita a decore, é como negar aquilo que eu hoje sou. Mas mesmo assim, aqui estou. Aqui estou a preencher uma folha branca, a sentir as faíscas no meu coração, e as palavras a temerem saírem-me pelos dedos. Mas aqui estou, porque isto é mais forte que eu. Escrever é mais forte que eu. E eu odeio não controlar este vício, ai como odeio.

19 comentários:

  1. oh meu amor, mas é sempre bom deixar passar tudo cá para fora :)
    amei <3

    ResponderEliminar
  2. ohh ainda bem amor, acho que agora não mudo mais, deixo como está :))

    ResponderEliminar
  3. não será exposto o blog, apenas o texto, a imagem e o nome do participante :)

    ResponderEliminar
  4. o princesa, é o melhor para mim agora, antes encarava o blog, um sitio meu , depois de se terem passado umas coisas, senti que nem aqui podia estar segura $:

    ResponderEliminar
  5. Obrigada amor <3
    E quanto a ti, precisas de fazer novos amigos, conhecer novos locais para esquecer esse passado que continua tão presente em ti.

    ResponderEliminar
  6. obrigada por me teres aberto a porta ao teu novo cantinho! Passei a tarde a ler tudo o que aqui estava desde o início! beijinhos, coração :)

    ResponderEliminar
  7. fazes tu muito bem. :)
    não percas de vista que a data limite de envio de texto é dia 18 :)

    ResponderEliminar
  8. A musica é linda, e o q escreves-te lindo é! gostei muito aserio (: beijinho!

    ResponderEliminar
  9. iamos as duas, pelo menos eramos felizes algum tempo. ou mehlor, tentavamos ser felizes.

    ResponderEliminar