domingo, 27 de maio de 2012

memórias: delete


Tudo se resume a uma moldura escondida numa gaveta, a cartas escritas guardadas no meio de um livro, a uma fotografia perdida numa carteira, a uma rocha guardada numa caixa de madeira, a um álbum embrulhado em roupas que já não se usam, a músicas guardadas numa pasta secreta de um disco externo, a corações desenhados numa secretária de vidro tapados com livros, folhas, ou o que estiver mais à mão, a uma t-shirt guardada que nunca é usada, a um perfume encostado que nunca é pulverizado, a mais duas t-shirts escondidas já nem se sabe onde, a um número de telemóvel apagado, a um facebook bloqueado, a um blog desabitado, a post-it's retirados de um armário e metidos num caixote do lixo, a uma sigla escrita no chão de um quarto e tapada com um armário, a uma frase escrita numa parede e apagada com uma boracha, a uma pulseira numa caixa de recordações, a uma concha perdida numa casa, e a um coração esmagado. Tudo se resume a isto. Tudo se resume a lembranças que precisam de desaparecer e a memórias que necessitam ser esquecidas. Tudo se resume a isto, a um amor vivido e lembrado nas mais pequenas coisas e que a partir de agora será assim, escondido. Já os antigos diziam que longe da vista, longe do coração. Vamos lá ver se eles sempre têm razão.

30 comentários:

  1. comigo isso não tem resultado, mas espero que tenhas mais sorte que eu.

    ResponderEliminar
  2. Porque ? :o
    Eu fui sozinha xd estava com receio, mas depois foi na boa :)

    ResponderEliminar
  3. não sei, querida. eu já não sei nada.

    ResponderEliminar
  4. o mesmo de sempre, gosto muito de um rapaz à muito tempo, demasiado tempo até. e a cada dia que passa as coisas tornam-se cada vez mais complicadas de gerir.

    ResponderEliminar
  5. obrigada princesa. espero mesmo que isto não me faça mal. oh<3

    ResponderEliminar
  6. já tenho outro para publicar amanhã ou depois ihih

    ResponderEliminar
  7. ah não pôr o quê? oO sou como tu oh, ahah olha quem fala, tens umas todas morenacas, as minhas não :(

    ResponderEliminar
  8. ohh foste mesmo querida agora amor :)

    ResponderEliminar
  9. hahah há sitios que doi muito, no umbigo por acaso não é nada de especial querida :)
    Fizeste furos onde? Na orelha?

    ResponderEliminar
  10. Hum :)
    Eu também tenho na orelha, e já tive no lábio

    ResponderEliminar
  11. mesmo não estando presente, caso queiras podes adquirir um livro minha linda*

    ResponderEliminar
  12. Adorei! mas acho que o "Longe da vista longe do coração" nem sempre é 100% eficaz... as lembranças sabes? destroem qualquer outro plano.

    ResponderEliminar
  13. mesmo assim, só acontece quando estão mesmo desesperados.

    ResponderEliminar
  14. Olá (:
    Convido-te a participar no 1ºconcurso do meu blogue.
    http://mydearimagination.blogspot.pt/p/contest.html

    ResponderEliminar
  15. Força !

    http://alguemparaconversa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Memórias... palavra com tanto significado! E são uma autentica m*rda para serem apagadas -.- Mas tu és forte e tu consegues princesa! :)**

    ResponderEliminar