quinta-feira, 28 de junho de 2012

hoje pergunto-me onde fui buscar coragem para isto...


Tenho tantas saudades tuas. Não estou a falar contigo D, estou a falar com o meu melhor amigo. Lembras-te dele? Lembras-te de como ele nunca me deixava sozinha, de como me apoiava em tudo, como gostava de mim e se preocupava comigo? Lembras-te de como ele me protegia, de tudo e de todos? E das promessas que me fez... tenho saudades dele. Tenho saudades de saber que se estivesse mal bastava falar com ele para ficar com um sorriso na cara, saudades dos abraços dele, de quando ele me chamava xuxu. Tenho saudades dos tempos em que tinha alguém do meu lado que me conhecia melhor que eu própria. Aquele rapaz que mesmo sem eu dizer alguma coisa sabia como estava e do que precisava. Sabes onde é que ele está? Eu perdi-o na vida. Sabes... fui ambiciosa de mais. Gostava tanto dele que quis amarra-lo para sempre como meu namorado e afinal... afinal o feitiço virou-se contra o feiticeiro e eu perdi-o. Na vida, no tempo e até no coração. E tenho saudades. Muitas. Peço todos os dias a Deus que me traga de volta a minha alma gêmea, mas acho que nem ele sabe onde ela se enfiou. A vida é mesmo assim, feita de caminhos obscuros que se chamam escolhas. Ele escolheu fugir-me e deve ter as suas razões. E não o julgo... apenas tenho saudades. É engraçado como lhe disse isto tantas vezes, e acredita, só agora o estou a sentir mesmo. Pior que saudades de quem está longe a acompanhar-me na vida são as saudades de quem eu amava e perdi. Como esse rapaz de Coimbra, que era o meu melhor amigo além e acima de tudo. Aquele rapaz por quem eu sempre fiz o que podia e nunca neguei uma gota de amizade. Esse rapaz de nome igual ao teu, aspecto igual ao teu, que morava no mesmo sítio e fazia as mesmas coisas que tu, mas que se perdeu algures no tempo. Eu não o encontro. Se o encontrares diz-lhe que a serranita preferida dele tem saudades... está bem? Se não encontrares, simplesmente ignora este desabafo de uma noite solitária.

mensagem escrita a 20 de maio , enviada.

27 comentários:

  1. É sempre mau quando perdemos um melhor amigo, sentimos-nos mesmo desamparadas :(, quem sabe isso não volta!
    Boas férias para ti também Lia, que bem mereces :)

    ResponderEliminar
  2. Quando é de mais começa a cansar, percebo bem a tua parte!

    ResponderEliminar
  3. E todas as escolhas que fazemos são como portas escolhidas, portas de um sentido único. Há que arcar com as consequências e tirar a melhor parte de todas elas.
    É impressão minha ou na música é o Diogo Piçarra?

    ResponderEliminar
  4. não tens de quê, estou sempre aqui<3

    ResponderEliminar
  5. Há pessoas que são capazes de guardar saudade em nós onde nós menos esperávamos... Esse coração de que falas veio do amor que causou esse saudade.

    Gostei de passar por cá
    :)

    ResponderEliminar
  6. awn! digo-te o mesmo, está lindo o texto *-*

    ResponderEliminar
  7. princesa! não sei como tiveste coragem para enviar isso, mas espero que a resposta obtida do outro lado tenha sido alguma e que tenha sido algo que tenhas gostado de ouvir*
    não quero imaginar a dor que sentes e a falta que sentes dele :\

    ResponderEliminar
  8. Há realmente sempre algo a tirar, meu anjo. Sempre. Ah! Sempre que precisares eu estarei aqui, sabes, certo?

    ResponderEliminar
  9. adorei tanto a frase, tinha de a publicar*
    adoro essa tua atitude, é preciso ter coragem para abrir assim o coração. tenho orgulho em ti!

    ResponderEliminar
  10. tão lindo, pena que tão... triste.
    sabes? acho que é desta sensação que o r sempre teve medo :s

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    Minha querida amiga, estou de volta,
    sabes? Se tens saudades parte a procura dele...parte em busca daquilo que te fez amar o teu melhor amigo, tudo vale a pena quando é realmente verdadeiro, seguro e sincero! *
    beijinhos, esperando o teu comentario,
    pensando com arte.

    ResponderEliminar
  12. Não te arrependas amor. obrigada <3

    ResponderEliminar
  13. Continuo a achar que o melhor era mesmo afastares-te dele porque por um lado essa relação que vocês têm, só te deixa ainda mais em baixo por não ser aquilo que realmente esperavas. E ele talvez tenha mudado por alguma coisa em particular, mas que só vais descobrir com o tempo. Força princesa*

    ResponderEliminar
  14. desculpa não te ter respondido mas estive ausente , estive muito tempo fora do país e não tive como aqui vir (:
    depois deste tempo todo vou revelar uma parte do meu anonimato se estiveres interessada, amanhã passa pelo meu blogue (; e mais uma vez desculpa (:

    ResponderEliminar
  15. Obrigada por tudo, por nunca me deixares (:
    Já escrevi o texto , espero que não fiques muito surpreendida e mais importante , que gostes (:

    ResponderEliminar