terça-feira, 27 de março de 2012

eu quero emigrar para esta cidade


E quando me sinto fraca é aqui que me fortaleço. É na cidade da escrita a sentir o vento da inspiração percorrer-me os cabelos e estremecer os dedos. Esses tremeliques que nos dão quando as palavras se acumulam na ponta dos dedos à espera que as portas se abram. À espera que a alma acorde e lhes dê atenção. E então sento-me no banco de jardim onde me descarregam o coração e lavam o sorriso. Vejo as flores crescerem, os frutos a nascer nas árvores e o quanto é bom, o quanto é bom saber que não estou sozinha nesta jornada. Aqui não vivem seres humanos, completos, íntegros, inteiros. Aqui vivem almas, aqui vivem corações. E quando nos despimos daquela pele que nos encobre os podres na cidade da vida real, quando aqui entramos, somos todos tão parecidos. Temos todos tantas cicatrizes. Temos todos tantas feridas, umas curadas e outras ainda em carne viva. Somos todos tão frágeis. Somos todos tão nós. E é lindo viver aqui. É lindo mesmo. Se eu pudesse mudava-me para cá, assim num tempo chamado eternidade. Seria tão feliz nesta cidade da escrita. Mas não posso, não é? A cidade da vida real não deixa, ela dá-nos permissão de visita, nunca de permanência. Até parece que fazemos lá alguma falta. Eu cada vez acho mais que lá não faço falta nenhuma, aqui sim, aqui faço. Aqui onde a escrita corre nos rios, voa com os pássaros e brilha com as estrelas. Aqui onde por muito que as almas se escureçam e os corações sangrem somos felizes. Aqui onde eu me sinto em casa. Aqui.

104 comentários:

  1. Formas ilícitas de o fazer é o que mais existe.

    ResponderEliminar
  2. É tão verdade .. Era tudo tão melhor, tão mais fácil se existisse apenas este mundo. Aqui somos todos tão parecidos, partilhamos as mesmas dores, os mesmos sorrisos. Criamos tantos laços.

    ResponderEliminar
  3. sentimo-nos em casa no mesmo sitio meu doce, como muito mais gente, é por coisas destas que eu gosto tanto desta coisa que é a "blogosfera" *-* saudades ...

    ResponderEliminar
  4. amei por completo o blog, vou seguir :)

    ResponderEliminar
  5. Sabes? Eu também a adoro e oh, obrigada, muito obrigada mesmo. <3

    ResponderEliminar
  6. pois tens querida! e para isso vais precisar de muita força. eu não fui capaz de deixar de alimentar o amor que tenho por ele, espero bem que tu sejas. mas eu acredito em ti, tens um pensamento diferente do meu, nota-se que es mais forte.
    cuida bem de ti*

    ResponderEliminar
  7. que perfeito. eu não descreveria melhor este nosso mundo, conseguiste expressá-lo na perfeição!
    e oh, quero mudar-me para cá.

    ResponderEliminar
  8. vamos? sem malas, sem nada! só a alma e o coração :D

    ResponderEliminar
  9. eu já vi amor, mas amava que o hotmail me deixa-se abrir o mail -.-

    ResponderEliminar
  10. eu sei querida, e vou-me lembrar disso :)
    de onde és?

    ResponderEliminar
  11. aqui é bom.. menos quando almas tristes e sem falta de carácter viajam também para cá.

    ResponderEliminar
  12. muito, muito obrigada querida :) eu também ..

    ResponderEliminar
  13. vou tentar ser, querida.
    quero-te bem sim?

    ResponderEliminar
  14. tu falas dessa cidade , como eu falo dos meus sonhos , quem me dera viver neles :|

    ResponderEliminar
  15. obrigada linda por me seguires também :)

    ResponderEliminar
  16. Obrigada minha linda :)
    E este texto, ooh, amo.

    ResponderEliminar
  17. obrigada :)
    as palavras são o nosso alimento..

    ResponderEliminar
  18. own obrigada!
    confesso que ainda não tinha lido este texto, mas li agora. e sabes? concordo tanto com o que escreveste, realmente este mundo da escrita é muito mais puro e simples que a realidade.

    ResponderEliminar
  19. Oh, não foi nada demais. Foi apenas um facto. <3

    ResponderEliminar
  20. um dia, quem não vai querer saber dele és tu...

    ResponderEliminar
  21. obrigada Lia, fico contente por gostares :)

    ResponderEliminar
  22. olha, não tinha reparado que tinhas esta música no blog. também meti no meu :x

    ResponderEliminar
  23. ahah, obrigada princesa. és linda!! um dia, pode ser que seja esta semana, faço um post com fotografias minhas com o cabelo encaracolado:))

    ResponderEliminar
  24. e, eu espero que esse dia não seja tarde demais...
    ele está mesmo lixado comigo.

    ResponderEliminar
  25. *--* Simplesmente lindo...A escrever conseguimos elevarmos para lá do palpável e lá,é tudo tão mais fácil..

    ResponderEliminar
  26. De nada fofinha :b
    Obrigada (;
    Sim, já estou , obrigada +.+

    ResponderEliminar
  27. Acabei por meter a outra de novo, mas esta música é linda e diz-me tano (: <3

    ResponderEliminar
  28. pois princesa, mas o meu problema não é bem esse (mas quando se acaba é sempre assim :/, mas princesa eu acredito que vais ter sorte e encontra outra pessoa que goste verdadeiramente de ti)...
    Se eu disser, vou ser mais controlada, provavelmente, pode ser mais difícil estar com ele...

    ResponderEliminar
  29. Vou seguir princesa, de certeza :)
    Desistir está fora do meu dicionário *

    ResponderEliminar
  30. temos sempre aquela vontade de estar num sitio onde gostavamos de estar, adorei.

    adoro a música e sigo o blog*

    ResponderEliminar
  31. Está é mesmo a nossa casa e uma casa confortável (;

    ResponderEliminar
  32. Ooh, mas confesso que às vezes também sou assim :b

    ResponderEliminar
  33. obrigada amor <3 e desculpa que te tenha feito lembrar :s

    ResponderEliminar
  34. obrigada por me apoiares aqui amor. tu também és linda, sabes disso :)) e a sério que gostas de me veres com caracóis?

    ResponderEliminar
  35. oh não quero é mesmo que fiques triste ao visitar o meu cantinho <3

    ResponderEliminar
  36. tem que se acreditar, não é? *

    ResponderEliminar