domingo, 23 de setembro de 2012

a esperança morre primeiro que o amor


Foi estranho. Foi estranho ver-te ter iniciativa para estar comigo, foi estranho olhar para ti e reconhecer o movimento que fazes com a cabeça sempre que me vês. Foi estranho teres me abraçado, ouvir a tua voz, sentir-te outra vez perto de mim, sentir o teu toque, conversar contigo como se nada tivesse acontecido, ver o teu sorriso, adivinhar as tuas respostas. Foi estranho teres-me agarrado e torturado como antes fazias, foi estranha a nossa despedida, o beijo que me deste e que eu te dei, e o beijo que voltaste a dar-me, não sei bem porquê. Foi estranho entrar em casa com um sorriso nos lábios, chegar a casa deitar-me em cima da cama a lembrar-me de tudo o que já fomos e do que achava que tinha acabado de vez. Lembrar-me do meu melhor amigo e sentir que ele tinha estado comigo há minutos atrás à porta da minha casa em Coimbra. É estranho sentir que o amor ainda não morreu, mas que a esperança sim. E por isso eu hoje digo que não, a esperança não é a última a morrer, ela morre antes mesmo do amor. Só depois disso é que o amor consegue, consegue deixar a vida de lado e fugir, para onde não sei. Foi isso que senti naquela noite, antes de dormir, quando pensava em ti. Senti que sim, eu ainda te amo, mas amo-te menos que ontem, e mais do que amanhã. Porque o amor funciona assim, só se vai quando a esperança já não existe. E em nós já não deposito qualquer gota de esperança, em nós como namorados, como um só, nada de nada. Em nós como amigos? Confesso, a esperança já foi menor. Agora depende de ti, como sempre desde há uns meses para cá. 

23 comentários:

  1. As maiores felicidades para essa amizade querida! E acho que essa imagem é vossa, está linda! Força com isso! :)

    ResponderEliminar
  2. De nada querida :) parece imenso uma foto, bom, que não é da net...

    ResponderEliminar
  3. Espero que comece a correr tudo bem convosco de novo! (:

    ResponderEliminar
  4. Que venha uma grande e duradora amizade entre vocês :)

    ResponderEliminar
  5. felicidades fofinha ! e o que tiver que acontecer, acontecerá :)

    ResponderEliminar
  6. uma amizade assim hoje em dia é dificil de encontrar. preserva-a!

    ResponderEliminar
  7. querida, percebo bem o que escreveste aí, mas, possívelmente a esperança de serem aqueles amigos ainda existe e é grande. deixa passar o tempo e só espero que consigas mesmooo ser feliz :)

    ResponderEliminar
  8. Mas querida, como vai essa amizade?

    ResponderEliminar
  9. e agora que estás por Coimbra tenho que te conhecer!

    ResponderEliminar
  10. eu espero que possam recuperar a vossa amizade princesa :)

    ResponderEliminar
  11. Sim querida, isso é que é preciso...

    ResponderEliminar
  12. acredita que me custou imenso tomar essa atitude. e ainda ontem ele me falou e queria estar comigo, tens noção de como fiquei ? /:

    ResponderEliminar
  13. Querias? Tens de acreditar nessas coisas boas. Afinal a vida não é sempre a perder.

    ResponderEliminar
  14. tenho um selinho para ti no meu blog :)

    ResponderEliminar