segunda-feira, 8 de outubro de 2012

hora de voltar a matar


É de noite e eu estou a pensar em ti. Acordei e estou a pensar em ti. É de tarde e estou a pensar em ti. Já está a anoitecer e estou a pensar em ti. E são assim os fins-de-semana passados em Coimbra em que o tédio e a saudade tomam conta de mim e governam a disposição do coração agora pequenino. Não me perguntes porquê, porque é que este amor renasceu assim só porque sim. Não me perguntes porque voltei a pensar em ti e só querer ter-te ao meu lado, ouvir-te dizer que me amas e beijar-te até sempre. Não me perguntes porquê, que eu não sei nem quero saber... só queria que isto passasse. Porque sei que tu já não queres nada e eu continuo a querer tudo. Quero-te comigo e tu não estás. Quero o teu sorriso, os teus abraços, quero alguém para ligar e dizer que estou farta de estar fechada em casa sozinha, quero-te a ti. Quero que venhas buscar-me e vás passear comigo, quero-te a ti. A nós. Ao nosso amor, aquele que existia outrora, tu lembras-te? Lembras-te de como transpirávamos felicidade, de como éramos motivo de inveja de tantos que nos viam? Lembras-te das nossas brincadeiras, da nossa cumplicidade que era precisamente isso, nossa! A forma como nos amávamos e como não conseguíamos esconder isso de ninguém... os mimos, as surpresas, os beijos, as coisas que só nós sabíamos, tudo. Lembras-te? E da felicidade, lembras-te? De dizermos um ao outro o quanto éramos felizes por estarmos juntos? Ainda não entendo porque tudo isso mudou. Nem porque tu continuas a ser o homem da minha vida e eu sou nada para ti. Nem porque este amor voltou a nascer quando eu achava que estava já a morrer, de vez. Nem o porquê de te escrever desta maneira, nem o porquê de nada. Não entendo o meu coração, nem o destino, eles nunca se entendem. E eu precisava disso, precisava da serenidade de um coração contente com o destino e de um destino que seguisse os passos do coração. Só isso, nada mais. Só isso e o nosso amor, eu e tu, outra vez, e desta, para sempre. Mas sei, sei que nada disto vai acontecer e que eu tenho é que recomeçar o processo de assassinato de um amor vádio e persistente. Deixa lá, eu não desisto de mim.... e um dia aprendo a desistir de ti, prometo. E ah! Amanhã isto passa, vou ter mais no que pensar.

43 comentários:

  1. Amor, continuam a falar? Manda-lhe msg sem medo. Como estás em Coimbra, talvez tudo fosse diferente e aos poucos tudo mudasse. Só te quero bem e escreve sempre, sem parar. Obrigada por tudo <3

    ResponderEliminar
  2. É tão verdade meu amor, mesmo. E, no meu nunca sairás de lá. E não esquecerei amor, nunca. Nem de ti, nem de tudo o que já fizeste por mim e deste. Amo-te, é para sempre

    ResponderEliminar
  3. Se já conseguiste uma vez, consegues duas ou três! :))

    ResponderEliminar
  4. Vamos estar e mais que uma vez, prometo. <3

    ResponderEliminar
  5. ainda no sábado tive no fórum e sou capaz de ir no sábado outra vez linda :s

    ResponderEliminar
  6. eu reparei por esta tua ausência :S

    ResponderEliminar
  7. não desistas só porque à primeira foi dificil! Se gostas luta linda.
    sigo *

    ResponderEliminar
  8. este texto acabou por me dar um certo aperto no coração, mas apesar da tristeza, é um texto belo.

    ResponderEliminar
  9. Identifico-me em todas as palavras! Sigo o teu blog, adorei.

    ResponderEliminar
  10. Olá querida como estás?! Estive muito tempo afastada do blogue e agora estive a pôr a leitura em dia no teu. Entraste em Coimbra, muitos parabéns :). Estás onde sempre sonhei estar... Espero que aproveites estes anos ao máximo. Acredita que nunca te vais esquecer. Já agora, no ano passado não tinhas entrado no Porto?! Estava com essa ideia :/. Quanto ao teu coraçãozito, espero que consigas ultrapassar esse turbilhão de emoções e sentimentos. Isso é/foi amor... Um grande amor realmente. Nunca se sabe o dia de amanhã. Há coisas que acontecem sem explicação. Tudo de bom querida. Beijinho e tem uma óptima semana

    ResponderEliminar
  11. já não vinha aqui há imenso tempo! como estás? <3

    ResponderEliminar
  12. http://followyourdreamsalways00.blogspot.pt/2012/11/desafio-paricipem.html participa ^:p

    ResponderEliminar
  13. O meu sonho era estudar em coimbra mas já desiti. Este ano ainda pensei tirar aí o mestrado mas em gestão disseram me que nao era grande coisa, ainda por cima nao conhecia ninguem... se fosse licenciatura arriscava mas assim era dificil.
    entraste em que curso ai??
    Tambem andei muito tempo afastada daqui e nao consigo vir todos os dias... O tempo é muito pouco :S

    ResponderEliminar
  14. Imagino que sim... Afinal éa cidade dos estudantes. Maspara mim já não passará de um sonho :(

    Talvez ainda vá aí na queima :D

    ResponderEliminar
  15. Não voltei desde esse dia. Ele ajuda-me e vocês também. <3

    ResponderEliminar
  16. Linda participa no meu passatempo!!
    http://asminhastramas.blogspot.pt/2012/12/passatempo-relampago-vernizes-andreia.html

    ResponderEliminar
  17. saudades da tua escrita...volta e adoça os nossos dias....

    ResponderEliminar
  18. perfect , adoro o blog e os posts :))


    Ps: http://youleave-me-breathless.blogspot.pt/ este é o meu novo blog , segue e dá opinião , sigo de volta

    ResponderEliminar
  19. http://jvomeumundorf.blogspot.pt/

    tive que mudar o meu link do blog...por motivos BURROS da minha parte. se quiserem sigam e desculpem o incomodo. :/ Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. tenho texto novo (: , se quiseres passa pelo meu blogue (:

    p.s : se precisares de alguma coisa não hesites em dizer ;s , estou aqui para ajudar no que for preciso (;

    ResponderEliminar
  21. Espero que esteja tudo bem contigo, querida. Tens andado muito desaparecida.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar